Articulação Internacional

Evento

Experiência brasileira de combate à corrupção é discutida em painel do Fórum Econômico Mundial

publicado: 14/05/2015 10h36, última modificação: 14/05/2015 18h42
Os temas abordados na ocasião foram a Lei de Acesso e a Lei Anticorrupção
World Economic Forum

O Corregedor-Geral da União, Waldir João, participou, no dia 8 de maio, de reunião regional da América Latina do Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum), no México. O objetivo do encontro foi discutir os principais desafios enfrentados pela região nas áreas de tecnologia, integridade, pobreza, economia, saúde, educação, entre outros.

Em painel intitulado “Questão de Integridade”, o corregedor contou o que o Brasil tem feito para combater a corrupção. Para ele, “o país tem evoluído bastante nos últimos anos, com a criação de instrumentos jurídicos como a Lei de Acesso à Informação, a Lei de Conflito de Interesses e a Lei Anticorrupção”. Waldir deu, ainda, alguns exemplos do setor público e de ações tomadas pelo governo.

Além disso, o corregedor ressaltou o desafio brasileiro de fazer as instituições de controle e de defesa do governo trabalharem em conjunto. “Os órgãos e entidades são autônomos, mas devem trabalhar integrados”, pontuou. No caso da Controladoria-Geral da União (CGU), Waldir destacou os três pilares de atuação do órgão: prevenção, auditoria e punição.

Sobre a Lei Anticorrupção, Waldir frisou que a legislação traz muitos benefícios à sociedade. Segundo ele, a norma dá maior estabilidade ao ambiente econômico, ao dar igualdade de atuação para as empresas. “Nosso desafio agora é fazer a lei acontecer, torná-la efetiva”, afirmou o corregedor.

O painel também envolveu mais quatro convidados internacionais, que discutiram sobre temas como o custo real da corrupção, novos modelos de responsabilidade compartilhada, estratégias bem-sucedidas de combate a ilícitos, normas globais e padrões de integridade.

O Fórum Econômico Mundial é uma organização internacional sem fins lucrativos que reúne autoridades, líderes empresariais e intelectuais, com o objetivo de discutir os principais desafios enfrentados pelo mundo. A reunião ocorreu entre os dias 6 e 8 de maio, em Riviera Maya, no México.

registrado em: , ,