Notícias

CGU recebe adesão de Curitiba (PR) ao Programa de Fortalecimento de Corregedorias

publicado: 18/06/2019 13h23, última modificação: 18/06/2019 13h39
É a 9ª capital a integrar o PROCOR. Iniciativa busca auxiliar órgãos e entidades de todos os poderes e esferas de governo na execução de suas atividades correcionais
CGU recebe adesão de Curitiba (PR) ao Programa de Fortalecimento de Corregedorias

Termo de adesão foi assinado pelo prefeito, Rafael Greca, na presença da procuradora-geral do município, Vanessa Volpi

A Controladoria Regional da União no Estado do Paraná recebeu, no dia 11 de junho, adesão da Prefeitura Municipal de Curitiba (PR) ao Programa de Fortalecimento das Corregedorias (PROCOR). A partir da efetivação, a CGU disponibilizará acesso a cursos e treinamentos sobre atividades correcionais; a material técnico e orientativo; e a sistemas informatizados. O órgão também será incluído na Rede de Corregedorias, para a definição de estratégias conjuntas de atuação. 

O termo de adesão foi assinado pelo superintendente da CGU, José William Gomes da Silva, e pelo prefeito, Rafael Greca, com a presença da procuradora-geral do município, Vanessa Volpi; da subprocuradora-geral de Curitiba, Rosa Maria Alves Pedroso; e Iara Gauer e Itamara Mary Chedid, que integram a comissão multissetorial do projeto de criação da Controladoria Geral do Município.

Curitiba junta-se a outras oito capitais que já aderiram ao Programa: São Paulo (SP), Fortaleza (CE), Belo Horizonte (MG), São Luís (MA), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), Rio Branco (AC) e Belém (PA) – confira o mapa completo de adesões. O convite para fazer parte do PROCOR surgiu em visita do corregedor-geral da União, Gilberto Waller Junior, à cidade, no mês de abril deste ano. 

Atuação conjunta

O PROCOR, instituído pela Portaria nº 1.000/2019, busca aprimorar, fomentar e fortalecer os mecanismos de controle interno para apoiar e auxiliar os órgãos e as entidades de todos os poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e esferas de governo (União, Estados, Distrito Federal e Municípios) na execução de suas atividades correcionais.

O Programa tem como objetivos: a integração das atividades correcionais; o aprimoramento na condução de procedimentos correcionais; o aperfeiçoamento da gestão de processos; o desenvolvimento de novas tecnologias e soluções inovadoras para aperfeiçoar as apurações correcionais; e o intercâmbio de informações e de experiências entre as corregedorias.

A participação é voluntária, mediante assinatura do Termo de Adesão, que deverá ser entregue em alguma das Unidades Regionais da CGU no Estados.