Notícias

Evento

Maiores entraves ao desenvolvimento do País são falta de governança e corrupção, afirma Wagner Rosário

publicado: 28/11/2019 13h59, última modificação: 28/11/2019 13h59
Ministro da CGU participou da abertura do 3º Fórum Nacional de Controle, em Brasília
Maiores entraves ao desenvolvimento do País são falta de governança e corrupção, afirma Wagner Rosário

Wagner Rosário destacou que o evento reúne vários órgãos de controle que buscam contribuir para que o país entregue as políticas públicas

O ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, participou na manhã desta quinta-feira (28) da abertura do 3º Fórum Nacional de Controle, ao lado do presidente da República, Jair Bolsonaro, do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), José Múcio Monteiro. O evento é realizado até amanhã (29) no Instituto Serzedello Corrêa (ISC), em Brasília.

Wagner Rosário destacou que o evento reúne vários órgãos de controle que buscam contribuir para que o País entregue as políticas públicas. “Se fôssemos resumir os entraves para o desenvolvimento de um país, poderíamos dizer que são falta de governança e a corrupção”, afirmou o ministro. E explicou que durante o Fórum vão ser discutidas soluções para a melhoria da governança e do combate à corrupção. “Porque os órgãos de controle têm a missão de fiscalizar os recursos públicos e, ao mesmo tempo, criar mecanismos para a melhoria da governança, do combate à corrupção, sem criar uma burocracia desnecessária”. A criação de empecilhos, segundo ele, “mais fomenta a corrupção do que realmente traz soluções para o problema”.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que sua grande preocupação é “o que podemos fazer para entregar um País melhor”. Bolsonaro destacou que é necessário se antecipar aos problemas e, para isso, a experiência e o conhecimento dos órgãos de controle, que conhecem a fundo a matéria, são grandes aliados.

Fórum

A CGU é uma das instituições parceiras do TCU na realização do Fórum. Coordenado pelo ministro do TCU Augusto Nardes, o evento tem por objetivo integrar as instituições de controle externo e interno de estados, municípios e União, das três esferas de poder, por meio de ações de capacitação e controle integradas; elaboração de minutas de legislação sobre governança; compartilhamento de informações; e da disseminação de boas práticas de governança entre os entes federados.

Também são parceiros na organização do encontro o Instituto Rui Barbosa (IRB), a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon), a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), a Confederação Nacional de Municípios (CNM), o Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC), o Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), o Conselho de Dirigentes de Órgãos de Controle Interno da União (Dicon), a Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros-Substitutos dos Tribunais de Contas (Audicon) e o Sistema CNA Brasil.

O 3º Fórum Nacional de Controle conta com a presença de autoridades, dirigentes e representantes dos três poderes da República, além de integrantes de órgãos públicos e instituições representativas da sociedade civil. Talk shows, oficinas e palestras integram a programação, que abordará questões como governança e integração do controle; desenvolvimento regional com foco no cidadão; transparência e integridade na administração pública; infraestrutura e os novos desafios do setor; transparência e integridade na administração pública; e governança de aquisições, inovação e desburocratização.