CGU e PF deflagram segunda fase da Operação Prato Feito em São Paulo

por ASCOM última modificação 13/12/2018 10h09
Investigação indica que nove empresas, de diferentes ramos, pagavam propina mensal para os investigados, no valor estimado de R$ 500 mil mensais