Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2018 > 08 > CGU lamenta morte do jornalista Claudio Abramo

Institucional

CGU lamenta morte do jornalista Claudio Abramo

Nota de Pesar

Jornalista e fundador da Transparência Brasil foi importante articulador da Lei de Acesso à Informação
publicado: 13/08/2018 10h59 última modificação: 13/08/2018 11h23

Claudio-Abramo.pngO Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) recebe, com imenso pesar, a notícia do falecimento do jornalista Claudio Weber Abramo, aos 72 anos, ocorrido em São Paulo (SP), na noite deste domingo (12). Abramo, que fundou e dirigiu por muitos anos a ONG Transparência Brasil, foi parceiro de vários projetos importantes da CGU voltados para a promoção da transparência e o combate à corrupção. 

Claudio Abramo foi o responsável pela apresentação, em 2005, da proposta de elaboração da Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011) no âmbito do Conselho da Transparência Pública e Combate à Corrupção, vinculado à CGU, do qual era membro. A partir de então, passou a ser um importante articulador para que a proposta pudesse ser encaminhada ao Congresso Nacional. 

A CGU presta condolências aos familiares de Claudio Abramo e agradece pelos relevantes serviços prestados.

registrado em: , ,