Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > 12 > CGU realiza premiação das empresas vencedoras do Pró-Ética 2017

Ética e Integridade

CGU realiza premiação das empresas vencedoras do Pró-Ética 2017

Evento

Aprovadas receberão selo de integridade nesta quarta-feira (6). Cerimônia faz parte da 4ª Conferência Lei Empresa Limpa
publicado: 05/12/2017 15h18 última modificação: 05/12/2017 15h31
Pró-Ética busca incentivar nas empresas a adoção de políticas e ações que reduzam os riscos de ocorrência de fraude e de corrupção

Pró-Ética busca incentivar nas empresas a adoção de políticas e ações que reduzam os riscos de ocorrência de fraude e de corrupção

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) realiza, nesta quarta-feira (6), em Brasília (DF), a premiação das empresas aprovadas no Pró-Ética 2017. A iniciativa busca promover um ambiente corporativo mais íntegro, ético e transparente no setor empresarial brasileiro. Entre as vencedoras, há 23 companhias de diversos portes e ramos de atuação.

Nesta edição, houve recorde histórico (ver release) no número de empresas que manifestaram interesse em participar (375); que enviaram o questionário preenchido completamente (198); e daquelas que cumpriram os requisitos de admissibilidade e tiveram suas ações de compliance avaliadas (171), quantidade 131% superior a 2016.

O Pró-Ética, lançado em 2010, busca incentivar nas empresas a adoção de políticas e ações que reduzam os riscos de ocorrência de fraude e de corrupção; e aumentar a confiança nas relações entre o setor público e o setor privado. Trata-se de um compromisso com a ética empresarial, assumido voluntariamente pelas corporações.

Lei Anticorrupção

A premiação faz parte da 4ª Conferência Lei Empresa Limpa. O objetivo é promover o diálogo e a troca de experiências entre os setores público e privado sobre temas relacionados à aplicação da Lei nº 12.846/2013 – conhecida como Lei Anticorrupção. O evento, realizado em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), é aberto a empresários, servidores públicos, jornalistas, acadêmicos e cidadãos interessados.

Na ocasião, o ministro substituto da CGU, Wagner Rosário, realiza palestra magna. Na abertura, estão confirmadas a participação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim; da advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça; e do presidente da CNI, Robson Andrade.

O evento está dividido em dois painéis, que abordam os avanços e oportunidades no combate ao suborno transnacional; e as iniciativas e desafios quanto à transparência na relação público privada. Os debates contam com a presença de representantes da Câmara Internacional de Comércio (ICC Brasil), da Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda, da Associação Brasileiras de Relações Institucionais e Governamentais (ABRIG), da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social.

Serviço

  • 4ª Conferência Lei Empresa Limpa e premiação Pró-Ética 2017
  • Data: 6 de dezembro de 2017 (quarta-feira)
  • Horário: Abertura às 9h (o ministro Wagner rosário atenderá a imprensa após a premiação, a partir das 11h)
  • Local: Auditório da Confederação Nacional da Indústria (CNI)
  • Endereço: SBN, Quadra 1, Bloco I, Ed. Armando Monteiro Neto – Brasília (DF)
  • Informações e Programação: http://www.cgu.gov.br/conferencia-empresa-limpa