Controle Social

Educação

CGU firma parceria para ampliar programa de educação em ética e cidadania

publicado: 13/12/2017 12h00, última modificação: 17/10/2018 08h31
Objetivo é universalizar ações do Um por Todos e Todos por Um!, com auxílio do Senar e Instituto Maurício de Sousa
CGU firma parceria para ampliar programa de educação em ética e cidadania

A cooperação possibilitará a digitalização de todo o material produzido pela CGU e Instituto Maurício de Sousa, facilitando a adesão de escolas públicas e particulares. - Foto: Ascom/CGU

O ministro substituto da Transparência, Wagner Rosário, o presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), João Martins, e o cartunista Maurício de Sousa assinaram, ontem (12), em Brasília, termo de parceria que para universalizar o programa “Um Por Todos e Todos Por Um! Pela Ética e Cidadania”, voltado para crianças e adolescentes do Ensino Fundamental. A cooperação possibilitará a digitalização de todo o material produzido pela CGU e Instituto Maurício de Sousa, facilitando a adesão de escolas públicas e particulares. 

>>> Confira mais fotos no Flickr da CGU

Maurício de Sousa, que estava acompanhado de Mônica, Cebolinha, Chico Bento e Magali, falou da alegria em participar da iniciativa e de poder usar os personagens da Turma da Mônica, que atingem milhões de crianças, para difundir conhecimentos relacionados à educação cidadã. “É muito importante que a gente possa juntar esforços para brindar a criançada com esse conhecimento, transformando esse país no Brasil que nós sonhamos”, afirmou. 

A iniciativa estimula os futuros cidadãos a se envolverem com as questões sociais e proporcionar uma formação crítica, criando o ambiente necessário para que tomem consciência de seus direitos e deveres. “Espera-se como resultado que se tornem adultos atentos aos atos dos governos e aptos a exigir transparência e efetividade dos governantes”, ressaltou o ministro Wagner Rosário. 

Conteúdo digital 

Por meio da parceria, pretende-se ampliar ainda mais as ações do programa que desde a primeira aplicação, em 2009, já envolveu 750 mil alunos, 28 mil professores e 4,5 mil escolas. A adaptação do material do “Um por Todos” para o formato digital permitirá a interatividade entre os personagens e o público alvo. 

O objetivo principal é dar acesso a qualquer órgão ou entidade da Administração Pública federal, estadual, distrital ou municipal; instituições educacionais; empresariais; e instituições sem fins lucrativos que tenham interesse em aplicar o programa aos estudantes do país, mediante assinatura de Termo de Adesão com a CGU, previsto na Portaria nº 2.308/2014. 

Após a digitalização do material, o acesso poderá ser disponibilizado em modo offline (por meio de mídia adequada) para locais onde não haja acesso à internet ou em modo online, a ser hospedado em plataforma digital integrada aos diferentes sistemas (IOS, Android e Windows Phone) e acessado por diversos dispositivos via web (tablete, smartphones, lousa digital etc.), além de vídeos para TV. 

A aplicação do programa gerará uma capacidade de alcançar todas as escolas do Brasil, sejam elas públicas ou privadas, trabalhando a ética e cidadania com as crianças de forma diferenciada, lúdica e efetiva, pois envolve a escola, a comunidade e a família.