Institucional

Tecnologia

Ministro da CGU destaca desafios da análise de dados no setor público

publicado: 25/09/2017 16h02, última modificação: 25/09/2017 16h08
Durante abertura do Seminário Brasil 100% Digital, Wagner Rosário defendeu maior integração por meio do acesso à informação e da melhoria da qualidade dos dados
Ministro da CGU destaca desafios da análise de dados no setor público

O ministro da CGU afirmou que o país precisa superar três grandes questões para uma melhor gestão e controle das bases públicas: o acesso à informação, a qualidade dos dados e o controle sobre o acesso. - Foto: Adalberto Carvalho/Ascom-CGU

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) - em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) - iniciou, hoje (25), o “Brasil 100% Digital: 3º Seminário sobre Análise de Dados na Administração Pública”. Em discurso de abertura, o ministro substituto da Transparência, Wagner Rosário, destacou os desafios de integração que envolvem a análise e o compartilhamento de dados entre órgãos e entidades públicos. 

>>> Confira a galeria de fotos no Flickr da CGU

De acordo com Wagner Rosário, o país precisa superar três grandes questões para uma melhor gestão e controle das bases públicas: o acesso à informação, a qualidade dos dados e o controle sobre o acesso. “O Brasil possui uma série de dados que precisam de tratamento para uma gestão adequada e consequente melhoria dos serviços públicos. Ainda há dificuldades para a obtenção de algumas bases, problemas de confiabilidade dos dados, além de cobranças desnecessárias para disponibilização”, pontuou. Para o ministro, a integração é crucial para uma visão nacional ampla. “A informação pública não pode ser exclusividade de um único órgão”, defendeu. 

Programação 

O seminário tem por objetivo promover o compartilhamento de experiências e boas práticas relacionadas ao uso de técnicas de análise e mineração de dados como instrumento para melhoria da gestão e do controle de entidades e políticas públicas. A programação permite que diversos atores de diferentes esferas, públicas e privadas, conheçam casos de sucesso e os resultados práticos do uso de informação e tecnologia. O encontro, que conta com apresentações e oficinas, ocorre até amanhã (26) no Instituto Serzedello Corrêa (ISC), em Brasília. 

Confira a programação 

Os encontros vão debater temas como duração de tempo em filas em de banco, mineração de dados para combate a fraudes em políticas sociais, análise de condições econômicas com base em registros judiciários, entre outros. A CGU vai participar do painel “GeoReferenciamento & Imagens”, com a apresentação “Onde estão nossos fornecedores? Reconhecimento de Cenários baseado nas localizações dos fornecedores do Governo Federal”, ministrada pelo auditor Rodrigo Ferreira. Entre as cinco oficinas da programação, o órgão de controle interno desenvolverá a temática “Visualizando Programas Sociais”, nesta segunda (25), a partir das 16h10. 

O evento conta com transmissão ao vivo pela página: www.youtube.com/tcuoficial