Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > 06 > CGU e Sebrae Nacional reafirmam parceria em seminário sobre compliance

Ética e Integridade

CGU e Sebrae Nacional reafirmam parceria em seminário sobre compliance

Promoção

Instituições atuam juntas para promover integridade e ética nos pequenos negócios
publicado: 22/06/2017 11h58 última modificação: 22/06/2017 11h58
Charles Damasceno/ASN Para o ministro da CGU, a colaboração com o Sebrae e a sociedade civil serve para estimular nos micro e pequenos empresários condutas íntegras nas organizações.

Para o ministro da CGU, a colaboração com o Sebrae e a sociedade civil serve para estimular nos micro e pequenos empresários condutas íntegras nas organizações.

O ministro interino da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, participou, nessa quarta-feira (21), em Brasília (DF), do Seminário “Integridade Corporativa: Gestão de Risco, Pacto Global e Compliance”. O evento, realizado pelo Sebrae Nacional, buscou disseminar o tema e promover o alinhamento estratégico com as micro e pequenas empresas sobre a importância de investir e desenvolver políticas de integridade. 

Em sua fala de abertura, Rosário destacou que o combate à corrupção é uma tarefa árdua e que exige mudança de cultura na população. “Não é uma conversa simples, com resposta imediata. É um projeto que exige persistência. A colaboração entre o Sebrae, a CGU e a sociedade civil é o caminho para mostrar aos micro e pequenos empresários a necessidade de conhecer os riscos ao quais estão submetidos e, dessa forma, estimular condutas íntegras nas suas organizações”, afirmou o ministro. 

A diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes, afirmou que reunir instituições como a CGU, o Tribunal de Contas da União (TCU), o instituto Ethos, além de representantes de empresas que já instituíram ações efetivas de compliance, é essencial para o debate. “As instituições que atuam em conjunto com o Sebrae são como um ‘braço’ nosso no atendimento aos pequenos empresários e no contato com a sociedade e, por isso, precisam seguir as mesmas regras, tendo o mesmo cuidado com o uso de recursos públicos, a economicidade, a transparência e a entrega de resultados efetivos”, ressaltou. 

O seminário reuniu cerca de 150 pessoas, entre empresários parceiros e dirigentes regionais do Sebrae. O evento contou ainda com a presença do diretor de Administração e Finanças do Sebrae, Vinícius Lages; e do diretor de Promoção da Integridade da CGU, Renato Capanema, que participou do painel “Órgãos de Controle e Compliance”. 

Parceria 

No segundo semestre, a CGU e o Sebrae realizarão, em dez estados, atividades voltadas para mostrar aos empreendedores que investir em integridade é barato, traz retornos efetivos e pode ser feito nos pequenos negócios, adaptando cada realidade. 

Em 2015, as instituições firmaram parceria para divulgar o tema integridade aos micro e pequenos empresários. O principal produto da cooperação foi o portal Programa Empresa Íntegra, que traz informações sobre a aplicação da Lei Anticorrupção (nº 12.846/2013); dicas e boas práticas para manter o empreendimento idôneo; e orientações de como trabalhar com segurança e sem riscos de violar leis ou direitos dos consumidores. 

A entidade também faz parte do Comitê Gestor do Empresa Pró-Ética desde o lançamento do programa, em 2010. A iniciativa tem por objetivo promover a integridade, a ética e a transparência no ambiente corporativo brasileiro, por meio do reconhecimento dos esforços das empresas que, independentemente do porte e ramo de atuação, investem em boas medidas de compliance.

Assunto(s): Ética publica