Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > 06 > CGU e Sebrae iniciam atuação nacional do Programa Empresa Íntegra

Ética e Integridade

CGU e Sebrae iniciam atuação nacional do Programa Empresa Íntegra

Cooperação

Iniciativa realizará ações em dez estados para conscientização sobre mecanismos de integridade entre pequenos empresários
publicado: 07/06/2017 15h23 última modificação: 07/06/2017 15h27
Ascom/CGU Para Claudia Taya, a ideia é fazer com que o micro e pequeno empresário do país perceba que investir em integridade é um bom negócio.

Para Claudia Taya, a ideia é fazer com que o micro e pequeno empresário do país perceba que investir em integridade é um bom negócio.

Na última quinta-feira (1º), o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) formalizaram o 2º Plano de Trabalho do Acordo de Cooperação nº 13/2014. A ação tem como objetivo promover a divulgação da Lei Anticorrupção (nº 12.846/2013) para os pequenos negócios, bem como fomentar a adoção de medidas de integridade - em âmbito nacional - nesse segmento empresarial.

Na ocasião, estiveram presentes a secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção, Cláudia Taya, e o gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae, Bruno Quick, além da equipe que coordena o Programa. As ações previstas no Plano de Trabalho serão expandidas no segundo semestre, com a participação de dez estados da federação, e um conjunto de atividades previstas até 2018. “A ideia é fazer com que o micro e pequeno empresário do país perceba que investir em integridade é um bom negócio, que pode ser realizado com baixo custo e de acordo com cada realidade, causando um retorno efetivo no seu dia a dia”, ressaltou a secretária.

Desde o início da parceria, já foram desenvolvidos vários trabalhos pelas equipes técnicas da CGU e do Sebrae, com destaque para o portal do Programa Empresa Íntegra. A ação conjunta estuda ainda a inclusão de categoria específica em premiação do Sebrae, visando o reconhecimento e incentivo aos programas de integridade no setor. Por meio da atuação em rede, a iniciativa reunirá as superintendências do Ministério da Transparência (CGU) nos estados e o respectivo Sebrae para realizarem as ações nacionais.

Acordo de Cooperação

Assinado em dezembro de 2014, o Acordo de Cooperação tem como objetivo a conjugação de esforços entre as duas instituições para promover a integridade das micro e pequenas empresas brasileiras. A parceria já rendeu a publicação de materiais como as cartilhas Integridade para Pequenos Negócios e Proteja sua Empresa Contra a Corrupção; o infográfico Empresa Íntegra, um guia sobre como proteger a empresa da corrupção; e um vídeo sobre integridade nos pequenos negócios – todos disponíveis no portal Empresa Íntegra.

Ao longo dos dois primeiros anos, foram feitos também diversos eventos de capacitação pelo país, workshops e palestras, para disseminar o tema aos empresários locais.