Auditoria e Fiscalização

Integração

CGU detalha novo referencial técnico de auditoria interna governamental

publicado: 23/06/2017 15h18, última modificação: 23/06/2017 18h48
Evento apresentou diretrizes da Instrução Normativa nº 3/2017 para órgãos e entidades do Poder Executivo Federal
Evento apresenta novo referencial técnico de auditoria interna governamental

Wagner Rosário ressaltou o alinhamento às normas internacionais e a maior integração entre as unidades - Foto: Ascom/CGU

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) - por meio da Secretaria Federal de Controle Interno (SFC) - apresentou, na última quarta-feira (21), os conceitos da Instrução Normativa (IN) nº 3/2017, que aprova novo Referencial Técnico de auditoria interna governamental do Poder Executivo Federal. O evento, realizado no auditório da CGU, reuniu dirigentes e servidores da CGU, assessores especiais de Controle Interno e auditores internos de autarquias e empresas estatais.

Durante a abertura, o ministro substituto da Transparência, Wagner Rosário, ressaltou a importância do alinhamento às normas internacionais e da maior integração entre as unidades. “O referencial de auditoria traz fatos novos à legislação. As respostas são significativas para nosso avanço no âmbito da auditoria, ao incluir conceitos como gestão de riscos, integridade e governança”, afirmou. Wagner informou ainda que as outras três áreas finalísticas da CGU lançarão um referencial técnico de suas atividades.

Na ocasião, o secretário Federal de Controle Interno, Antonio Carlos Leonel, destacou que o novo referencial contribuirá para o fortalecimento da Administração Pública diante do atual cenário econômico. Para o secretário, o normativo consolida a mudança de paradigma baseada no fortalecimento das posturas colaborativa e construtiva. “O auditor tem que ser parte da solução dos problemas e não mais um custo”, disse.

O evento contou com a participação da secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção, Claudia Taya; do corregedor-geral da União, Antônio Carlos Nóbrega; e da ouvidora-adjunta da União, Marlene Alves.

Referencial

O Referencial Técnico substitui a Instrução Normativa nº 01 de 2001, além de estabelecer princípios, diretrizes e requisitos para a prática profissional da atividade de auditoria interna, trazendo conceitos como avaliação e consultoria baseadas nos riscos de cada órgão e entidade do Governo Federal. O normativo entrará em vigor 180 dias após a publicação, devendo ser seguido por todas as unidades que integram o Sistema de Controle Interno.