Ética e Integridade

Compliance

Aplicação de medidas de integridade no cotidiano das empresas é tema de palestra

publicado: 29/05/2017 10h58, última modificação: 29/05/2017 14h35
Evento é realizado pela Alliance for Integrity, iniciativa parceira do Ministério da Transparência
Aplicação de medidas de integridade no cotidiano das empresas é tema de palestra

Evento conta com a participação de gestores renomados da área, como Karlis Novicks, da Whirlpool; Eduardo Bergo, do Banco do Brasil; e Claudia Valente, do Grupo Elfa.

O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) informa que a Alliance for Integrity, promove, nesta quarta-feira (31), em São Paulo (SP), palestra sobre “O Compliance e a Integridade na prática”. Na oportunidade, especialistas trocam experiências e desafios relativos à aplicação de medidas eficazes de compliance, visando a aplicabilidade no dia a dia de uma empresa ou instituição. As inscrições estão encerradas. 

O evento conta com a participação de gestores renomados da área. Entre os palestrantes estão Karlis Novicks, da Whirlpool; Eduardo Bergo, do Banco do Brasil; Claudia Valente, do Grupo Elfa; e Gabriel Vasconcellos, da Allianz. 

Acesse aqui para mais informações 

A palestra faz parte dos Debates de Integridade, que serão realizados, ao longo de 2017, em diferentes regiões do Brasil. O objetivo é discutir as particularidades na gestão de compliance no setor empresarial e no setor público e identificar como ambos podem trabalhar juntos e aprender uns com os outros.

Iniciativa global 

A Alliance for Integrity é uma iniciativa global de múltiplas partes interessadas, promovida pelo setor empresarial, que busca incentivar transparência e integridade no sistema econômico. A Alliance, criada há três anos, é implementada pela Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ), agência de cooperação técnica alemã.

No Brasil, o conselho consultivo compartilhado com a Transparência Internacional (TI) foi estabelecido em maio de 2016 e é composto por representantes do setor privado (Allianz Seguros S.A., Banco do Brasil S.A., LATAM Airlines Group, Mercedes-Benz, Siemens Brasil), setor público (CADE e CGU) e sociedade civil (Rede Brasil do Pacto Global e Instituto Ethos).