Ética e Integridade

Integridade

Torquato Jardim incentiva participação de empresários mineiros ao Pró-Ética 2017

publicado: 21/03/2017 16h28, última modificação: 21/03/2017 17h09
Encontro também foi marcado por assinatura de acordo com FIEMG, SENAI, SESI e IEL
Ministro da Transparência apresenta Pró-Ética 2017 para empresários mineiros

Acordo de cooperação visa desenvolver ações de fomento para adoção de programas de compliance e integridade por empresas de Minas Gerais - Foto: Sebastião Jacinto Junior

O ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), Torquato Jardim, participou, nesta-terça (21), em Belo Horizonte (MG), de um encontro com empresários e entidades da economia local para divulgar o Pró-Ética 2017. O evento, realizado em parceria com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), busca incentivar nas corporações um posicionamento afirmativo pela prevenção e pelo combate de práticas ilegais, seja no ambiente interno ou na relação de negócios entre os setores público e privado.

Jardim apresentou os critérios e benefícios do Programa, no intuito de incentivar a participação das empresas. “Mais que apropriado que voltar a quem tem raiz histórica nessa tarefa intensa, sem fim, que é controlar, conhecer e exigir do Estado transparência”, disse o ministro fazendo menção à Inconfidência Mineira (1789). O encontro contou com a presença de representantes dos setores agropecuário, industrial e comercial.

O Ministério já promoveu dois encontros regionais em Manaus (AM) e Belém (PA). Até o final de abril, outras sete capitais receberão a divulgação do Pró-Ética: Goiânia (GO), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Recife (PE).

Acesso o calendário completo

Cooperação

Na ocasião, foi assinado um acordo de cooperação técnica entre a CGU, a FIEMG, o Serviço Nacional da Aprendizagem Industrial (SENAI), o Serviço Social da Indústria (SESI) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL). A iniciativa busca oferecer apoio mútuo para o desenvolvimento de ações de fomento à adoção de programas de compliance e integridade por empresas de Minas Gerais.

A parceria prevê, entre outras atividades, a realização de eventos que tenham como objeto temas relacionados à prevenção da corrupção, integridade pública e privada, à transparência pública e responsabilidade social; além de mobilização e capacitação do empresariado para possibilizar a adesão ao Pró-Ética.

Prevenção e combate à corrupção

O Pró-Ética foi criado, em 2010, em parceria com o Instituto Ethos. A iniciativa, pioneira na América Latina, é um reconhecimento do Governo Federal a empresas que, independente do porte ou ramo de atuação, investem em boas medidas de prevenção e combate à corrupção. Neste ano, o prazo para participação vai até 28 de abril.

Conheça os critérios de avaliação, os benefícios e outros detalhes do Programa