Ética e Integridade

Eventos Regionais

Pró-Ética: Torquato Jardim destaca diálogo e modernização da Administração Pública

publicado: 31/03/2017 15h22, última modificação: 31/03/2017 15h22
Ministro da Transparência participou de encontro com empresários do Rio Grande do Sul para promover benefícios do programa
Pró-Ética: Torquato Jardim destaca diálogo e modernização da Administração Pública

Jardim destacou que o Pró-Ética é um encontro do setor público com o setor privado, com base na premissa de uma moderna Administração Pública. - Foto: Dudu Leal

Em continuidade à série dez de encontros regionais para promover o Pró-Ética, o ministro da Transparência, Torquato Jardim, reuniu-se nesta sexta-feira (31), em Porto Alegre (RS), com empresários e entidades da economia local. A iniciativa, realizada em parceria com a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), busca estimular a participação de novas empresas e setores no programa de fomento à integridade. 

Na ocasião, Torquato Jardim destacou que o Pró-Ética é um encontro do setor público com o setor privado, com base na premissa de uma moderna Administração Pública. “O setor privado produz a riqueza e o setor público, de uma forma geral, consome essa riqueza. O Pró-Ética é uma maneira do mundo corporativo dialogar com o governo sobre necessidades operacionais. Por outro lado, o poder público precisa educar sobre essa nova realidade do mercado”, afirmou o ministro. 

Para o presidente da Fiergs, Heitor Müller, o programa do Ministério da Transparência é uma das melhores soluções para a crise de ética e moral que afeta o país. “Se o selo Pró-Ética fosse uma exigência, seria o melhor dos mundos. O relacionamento entre as entidades privadas e públicas seria baseado na transparência e credibilidade. Este encontro, portanto, é o início de uma motivação para que todas as empresas atuem com responsabilidade”, defendeu Müler. 

Além de Porto Alegre (RS), o Ministério da Transparência já promoveu encontros regionais nas cidades de Manaus (AM), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Goiânia (GO), Campo Grande (MS) e Curitiba (PR). Na próxima semana três capitais do Nordeste receberão a divulgação do Pró-Ética: Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Recife (PE). 

Ver calendário completo 

Prevenção e combate à corrupção 

O Pró-Ética foi criado, em 2010, em parceria com o Instituto Ethos. A iniciativa, pioneira na América Latina, é um reconhecimento do Governo Federal - por meio do Ministério da Transparência -  a empresas que, independente do porte ou ramo de atuação, investem em boas medidas de prevenção e combate à corrupção. Neste ano, o prazo para participação vai até 28 de abril. 

Saiba como inscrever sua empresa 

Participação 

O Pró-Ética 2016 registrou um recorde histórico de inscrições. No total, 195 companhias, de diversos portes e ramos de atuação, manifestaram interesse em participar da avaliação. O número foi 101% superior à edição de 2015. No final, 25 empresas foram aprovadas.