Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > 12 > Ministério da Transparência realiza Dia Internacional Contra a Corrupção

Institucional

Ministério da Transparência realiza Dia Internacional Contra a Corrupção

Aviso de Pauta

Evento inclui premiação do 4º Concurso de Boas Práticas e 8º Concurso de Desenho e Redação
publicado: 08/12/2016 12h11 última modificação: 13/12/2016 09h24
Evento inclui premiação do 4º Concurso de Boas Práticas e 8º Concurso de Desenho e Redação

Evento inclui premiação do 4º Concurso de Boas Práticas e 8º Concurso de Desenho e Redação

O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) realiza, nesta sexta-feira (9/12), em Brasília (DF), evento alusivo ao Dia Internacional Contra a Corrupção. A programação inclui a apresentação de balanço dos principais resultados alcançados em 2016 e as perspectivas do órgão para os próximos anos.

Também haverá premiação do 4º Concurso de Boas Práticas, certame que reconhece iniciativas do Executivo Federal que contribuem para a melhoria da gestão pública, e do 8º Concurso de Desenho e Redação, programa que busca despertar nos estudantes o interesse por assuntos relacionados ao controle social, à ética e à cidadania.

As Unidades Regionais do Ministério da Transparência nos Estados também promovem ações simultâneas para marcar o Dia Internacional. As atividades ocorrem durante toda a semana e envolvem palestras para estudantes e jornalistas sobre a Lei Anticorrupção e a Lei de Acesso à Informação, caminhadas, concurso de curtas metragens, entre outras iniciativas.

13 anos de combate

O dia exato da celebração do Dia Internacional contra a Corrupção é 9 de dezembro, pois remete à data em que o Brasil e mais 101 países assinaram a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, em 2003, na cidade de Mérida, no México.

Em 2016, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançaram a campanha “Unidos contra a corrupção pelo desenvolvimento, a paz e a segurança”. O objetivo é mostrar como este crime afeta a educação, saúde, justiça, prosperidade e democracia em todas as sociedades. De acordo com a organização, anualmente US$ 1 trilhão é pago em subornos e cerca de US$ 2,6 trilhões são roubados dos cofres públicos – uma soma equivalente a mais de 5% do PIB global.

Serviço 

  • Data: 09/12/2016 (sexta-feira)
  • Horário: 9h30
  • Local: Auditório Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)
  • Endereço: SGAN 603, módulos I e J, Asa Norte – Brasília/DF