Ouvidoria

Manifestações

e-Ouv completa um ano com mais de 18 mil manifestações

publicado: 11/12/2015 11h23, última modificação: 11/12/2015 11h23
Sistema funciona como canal informatizado para entrada e tratamento de denúncias, solicitações, sugestões, reclamações e elogios

Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-Ouv) completa um ano nessa semana e já recebeu mais de 18 mil manifestações. A ferramenta funciona como canal informatizado para entrada e tratamento de manifestações como denúncias, solicitações, sugestões, reclamações e elogios.

O e-Ouv opera 24 horas e é voltado a todas as ouvidorias do Poder Executivo Federal, de modo a viabilizar o tratamento das manifestações em canal unificado. Atualmente, 73 ouvidorias federais utilizam o sistema, que também pode ser cedido para estados e municípios. Em um ano, a ferramenta recebeu 18.825 manifestações, sendo 43,77% solicitações.

Os assuntos mais recorrentes foram: comércio e serviços (21,87%), administração (21,6%), agropecuária (10,83%) e educação (6,23%), sendo que 39,48% não informaram o assunto. A maioria dos cidadãos que se identificaram é de São Paulo, seguido de Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Segundo o Ouvidor-Geral da União, Luís Henrique Fanan, o e-Ouv possibilita uma melhor coleta das manifestações de ouvidoria, a fim de auxiliar a administração pública. “É o Estado dialogando com a sociedade e buscando melhorar a gestão a partir do foco do cidadão”, afirma Fanan.

Ao longo do primeiro ano de existência, o e-Ouv ajudou cidadãos, órgãos e entidades. Por exemplo, a ferramenta auxiliou pessoas a localizar dados de gastos com diárias, assim como órgãos públicos a definir como dar transparência nos portais de ouvidoria. Além disso, o sistema tem sido amplamente utilizado para denúncias no Poder Executivo Federal.

Qualquer cidadão pode fazer manifestação pelo sistema e não é necessário cadastro. Contudo, quem o realiza tem acesso ao histórico dos encaminhamentos. O sistema também recebe manifestações anônimas.