Ouvidoria

Ouvidoria

e-Ouv recebe novas funcionalidades

por Ascom publicado: 23/03/2015 17h17, última modificação: 23/03/2015 17h17
A partir de agora, é possível gerar relatórios das manifestações, receber e-mails com alerta, reclassificar manifestações, entre outras novidades

Após três meses de funcionamento, o Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-Ouv) recebeu, na última semana, novas funcionalidades, com objetivo de aperfeiçoar o sistema e melhorar o tratamento das demandas de ouvidoria. As novidades são fruto do empenho das ouvidorias que já aderiram à ferramenta e apontaram correções e sugestões.

Uma das principais novidades é a possibilidade de geração de relatórios das manifestações recebidas. Os arquivos, gerados em pdf, podem ser convertidos para outros formatos e customizados por meio de filtros, com a seleção de informações específicas. 

Além disso, o sistema passa também a oferecer documento com o texto da manifestação e do histórico, o que facilita o encaminhamento para áreas internas do órgão. Nas ouvidorias que já utilizam sistemas internos de tramitação, a integração poderá ser feito via webservices, nos moldes do Sistema Eletrônico de Acesso à Informação da Administração Federal (e-SIC).

No caso das denúncias, o cidadão, antes de efetuar a manifestação, será apresentado a uma tela do sistema com informações sobre os elementos mínimos para denúncia. Nela, haverá orientações sobre como deve ser feito o relato dos fatos, bem como a diferença entre denúncia e reclamação. 

Outra funcionalidade é o envio de e-mails automáticos de alerta pelo sistema, quando a ouvidoria optar por esse serviço.  As mensagens serão enviadas em duas situações: na chegada de uma nova manifestação e cinco dias antes do vencimento do prazo de resposta. 

Por fim, quanto à analise da manifestação, as novidades são: a possibilidade de reclassificação das manifestações; o armazenamento de uma resposta sem enviar ao cidadão e a criação de tabelas de subassuntos.