Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > 03 > CGU abre processo administrativo contra dez empresas envolvidas na Lava Jato

Responsabilização de Empresas

CGU abre processo administrativo contra dez empresas envolvidas na Lava Jato

Investigação

Resultado poderá acarretar impedimento de celebrar novos contratos, aplicação de multas e outras penalidades. Em dezembro, Controladoria instaurou processos contra oito empresas.
publicado: 11/03/2015 08h35 última modificação: 01/04/2015 09h50

A Controladoria-Geral da União (CGU) determinou, nesta quarta-feira (11), a abertura de processos administrativos de responsabilização contra dez empresas envolvidas na Operação Lava Jato. São elas: Alumni Engenharia, GDK, Promon Engenharia, Andrade Gutierrez, Fidens Engenharia, Sanko Sider, Odebrecht, Odebrecht Óleo e Gás, Odebrecht Ambiental e SOG Óleo e Gás. A decisão do ministro-chefe da CGU, Valdir Simão, foi publicada no Diário Oficial da União.

As empresas serão notificadas nos próximos dias. Caso sejam responsabilizadas, o resultado poderá acarretar impedimento de celebrar novos contratos, aplicação de multas ou, se for o caso, outras penalidades cabíveis. Há possibilidade de novos processos serem abertos contra outras empresas.

No início de dezembro, a CGU havia instaurado processos administrativos de responsabilização contra oito empresas envolvidas na Operação Lava Jato: Camargo Corrêa, Engevix, Galvão Engenharia, Iesa, Mendes Junior, OAS, Queiroz Galvão e UTC-Constran.