MullenLowe e FCB Brasil 

 

No dia 16 de abril de 2018, o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), a Advocacia-Geral da União (AGU) e o Ministério Público Federal (MPF) celebraram, nesta segunda-feira (16), acordo de leniência no valor de R$ 53,1 milhões com as agências de publicidade MullenLowe Brasil e FCB Brasil. O termo, baseado na Lei Anticorrupção (nº 12.846/13), é o segundo com empresas investigadas no âmbito da Operação Lava Jato.

Os valores a serem ressarcidos (R$ 53,1 milhões) envolvem os pagamentos de multa, dano e enriquecimento ilícito. Do total, cerca de R$ 8 milhões são referentes à multa administrativa, R$ 3,5 milhões são de ressarcimento por danos aos cofres públicos e outros R$ 38,5 milhões para efeito de devolução dos lucros que as agências obtiveram com os contratos ilícitos. Os demais valores são referentes à correção monetária do montante depositado em juízo.