Histórico e Objetivos

por ASCOM publicado 02/05/2014 17h21, última modificação 25/08/2016 09h32
Unidade permanente de acompanhamento dos gastos governamentais tem o objetivo de contribuir para o aprimoramento do controle interno e de ser uma ferramenta de apoio à gestão.

No dia 18 de dezembro de 2008, a Controladoria-Geral da União (CGU) inaugurou o Observatório da Despesa Pública (ODP), atrelado ao Programa de Governo de Controle Interno, Prevenção e Combate à Corrupção.

O ODP foi constituído como unidade permanente de acompanhamento dos gastos governamentais, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento do controle interno e de ser uma ferramenta de apoio à gestão pública.

Em seu discurso de inauguração, o Ministro de Estado Chefe da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage, assim definiu o papel do ODP:

“A união de modernas tecnologias com uma equipe altamente especializada, como estamos montando na CGU, vai permitir a análise da despesa pública por diversos ângulos. Não apenas vai acender uma espécie de luz amarela, que chamará a nossa atenção para casos que merecem maior análise, como ajudará no entendimento de cenários e na tomada de decisões por parte dos próprios dirigentes de cada órgão do Governo".


Normatização

Portaria n.º 1.215, de 25 de junho de 2009 - Institui o Observatório da Despesa Pública da Controladoria-Geral da União


Foco de trabalho

O foco de atuação do ODP está na geração de informações especializadas mediante a geração de Trilhas de Auditoria de suporte à “malha fina” de fiscalização do gasto público federal, e na geração de painéis de suporte à tomada de decisão de inteligência investigativa da CGU ao aprimoramento da gestão pública.

O ODP conta com equipe altamente especializada em técnicas de inteligência investigativa e faz uso de ferramentas de Inteligência de Negócios (BI), processamento analítico de dados (OLAP), processamento estatístico e análise investigativa em seus laboratórios.

Assim, o ODP busca salientar, por meio dos alertas emitidos sistemicamente, a identificação de indícios de possível má utilização de recursos públicos, fatos estes, que necessitam de uma averiguação mais detalhada por parte dos auditores especializados da CGU.

O principal objetivo do ODP é que as despesas públicas sejam constantemente monitoradas.