Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Ética e Integridade > Integridade no Setor Privado > Micro e Pequenas Empresas > Projeto Integridade: um grande compromisso para pequenas empresas

Projeto Integridade: um grande compromisso para pequenas empresas

por ASCOM publicado 23/12/2014 18h45, última modificação 29/12/2014 16h29
Trabalho conjunto entre CGU e Sebrae representa importante ferramenta de difusão de conhecimento.

A CGU e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) assinaram, no dia 8 de dezembro de 2014, Acordo de Cooperação Geral com o objetivo de envidar esforços conjuntos para divulgar amplamente a Lei 12.846/2013 e fomentar nos micro e pequenos empresários o conhecimento, o interesse e a capacidade para desenvolver e implementar padrões de conduta e procedimentos internos de integridade em seus negócios.

O trabalho conjunto entre CGU e Sebrae representa importante ferramenta de difusão de conhecimento, contribuindo diretamente para a conscientização das micro e pequenas empresas sobre a importância e os benefícios de investir e adotar uma postura mais ética nos negócios através da implementação de um programa de integridade adaptado a realidade da empresa.

A estrutura do Sebrae, com sua vasta capilaridade em todo território, e sua farta experiência e know-how na capacitação e orientação de micro e pequenos empresários, são elementos fundamentais e imprescindíveis para o sucesso da parceria. A cooperação visa deixar claro que todo tipo de empresa, independentemente do tamanho, deve possuir os meios para prevenir, detectar e sanar desvios, fraudes, irregularidades e atos ilícitos praticados contra a administração pública.


Orientações


 

Cartilha do CompradorOs Novos Paradigmas da Administração Pública 

A Lei da Empresa Limpa (12.846/2013) oferece ao poder público importante arma no combate à corrupção, com a punição de empresas que corrompam agentes públicos, fraudem licitações e contratos, entre outras irregularidades.

As informações disponíveis nesta cartilha certamente ajudarão os compradores públicos e as empresas que fornecem aos órgãos públicos a formar e disseminar esse conhecimento, garantindo, assim, a utilização correta e idônea dos recursos públicos.


 

Cartilha do FornecedorO Caminho para ter Sucesso na Contratação Pública  

A Lei da Empresa Limpa (12.846/2013) oferece ao poder público importante arma no combate à corrupção, com a punição de empresas que corrompam agentes públicos, fraudem licitações e contratos, entre outras irregularidades.

Fornecer para o setor público é uma excelente oportunidade de negócios para as Micro e Pequenas Empresas (MPEs). Esta cartilha visa qualificar empresários para minimizar os riscos e garantir a utilização correta e idônea dos recursos públicos.